A Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (Seger) publicou um novo Aviso de Licitação, na modalidade “Pregão Eletrônico”, para contratação de empresa que preste serviço de transporte por aplicativo. As companhias interessadas poderão encaminhar suas propostas, via portal www.compras.es.gov.br, até às 08h29 da próxima quarta-feira (21).

A tecnologia será utilizada pelos órgãos públicos do Poder Executivo Estadual no transporte de servidores a serviço. Com a nova contratação, os deslocamentos poderão ser realizados tanto na Região Metropolitana quanto no Interior do Estado, que não é contemplado em contrato vigente. A medida possibilitará a redução de frota locada e de gastos com combustível e manutenção veicular.

“Queremos fortalecer a prática do transporte por aplicativo, pois é uma opção mais econômica, prática e abrangente. Estimamos que, após 12 meses da celebração do novo contrato, 87 veículos locados sejam devolvidos pelo Estado. Essa mudança proporcionará uma economia anual de aproximadamente R$ 4,6 milhões”, destacou a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro.

Com o transporte por aplicativo, a Seger prevê também a melhoria da prestação de serviços aos cidadãos. Exemplo disso, já acontece na Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), que está dando preferência para o modelo na hora de transportar os servidores que acompanham as ações do programa Qualifica ES. Além de visitar mais bairros atendidos pela iniciativa, o órgão reduziu em quase 50% o consumo mensal de combustível pelos veículos locados.

Seleção

A seleção da empresa levará em conta o menor custo por quilometragem e diária (a ser paga nos casos em que houver pernoite do motorista). A Seger convocará a empresa classificada para apresentar seu sistema e, caso atenda aos requisitos técnicos e administrativos previstos em edital, será contratada.

“É importante que as empresas comprovem capacidade técnica para atender à demanda do Estado. Na última licitação, as empresas participantes não foram habilitadas para a prestação do serviço, uma vez que não atenderam aos requisitos estabelecidos”, explicou a secretária.

Os veículos que atenderão os órgãos estaduais poderão ser táxis ou particulares, vinculados à empresa ganhadora da licitação. O agendamento do serviço se dará via sistema web ou aplicativo, disponível 24 horas, todos os dias da semana. O pagamento será calculado pela quilometragem rodada e efetuado quinzenalmente, tornando mais fácil o gerenciamento do fluxo de caixa pela empresa contratada.

Texto: Vitor Possatti

Voltar

Outras Notícias