A gestão eficiente na administração pública, por meio de processos de negócios, está sendo discutida em Goiânia, durante o 2º Seminário de Gestão por Processos na Administração Pública, que acontece em Goiânia nesta quinta-feira (30/03) no Mercure Hotel, simultaneamente ao Fórum de Secretários de Estado da Administração (Consad) . O evento foi aberto, oficialmente, pelo secretário de Gestão e Planejamento, Joaquim Mesquita, representando o governador Marconi Perillo, pela presidente do Consad, Alice Viana, também secretária de Administração do Pará e pelo secretário Nacional de Articulação Social da Presidência da República, Henrique Villa da Costa Ferreira.

O 2º Seminário de Gestão por Processos na Administração Pública é uma iniciativa da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), em parceria com o Consad. O tema central é: Como entregar melhores produtos e serviços em tempo de crise, por meio da gestão eficiente dos processos de negócios. O objetivo do encontro é inserir o governo de Goiás nos cenários nacional e internacional no que tange a inovação da administração pública, bem como difundir a importância da gestão por processos de negócios, visando, sobretudo, entregar melhores serviços aos cidadãos.

O Seminário de Gestão por Processos na Administração Pública terá cinco palestras. A primeira, na parte da manhã, foi ministrada pelo professor da UFG e coordenador do MBA de Gestão de Processos de Negócios do Ipog, Nivaldo Morais, que falou sobre Como fazer mais e melhor, mesmo em tempo de crise por meio da gestão eficiente dos processos.

Segundo o professor Nivaldo, embora pareça utopia, é possível sim entregar melhores produtos e serviços em tempos de crise, por meio da gestão eficiente dos processos de negócios. A saída, afirma, é mudar o jeito de fazer. “Com iniciativa e gestão é possível identificar oportunidades e melhores processos de negócios gerando resultados mesmo em tempos difíceis”, disse.

Transformação organizacional

O gerente de Escritório de Processos da Segplan, Marcelo Lima, abordou o tema “Promovendo a transformação organizacional por meio do alinhamento entre estratégia e operação”. Ele lembra que a transformação organizacional é um assunto amplo e que tem sido muito debatido. Entre os aspectos considerados nessa transformação destaca-se o alinhamento dos processos de negócios às estratégias da organização.

Para Marcelo Lima, o ordenamento visa identificar todos os processos que impactam diretamente nos objetivos estratégicos prioritários, permitindo que as ações de melhoria de processos sejam mais assertivas e contribuam efetivamente para o alcance dos objetivos. Ele cita que nos projetos de gestão por processos conduzidos pela gerência de Escritório de Processos da Segplan, realizados em parceira com órgãos da administração direta, a etapa de alinhamento ocorre imediatamente após a identificação dos processos de negócio e da sua estruturação em uma arquitetura de processos e cadeia de valor. A partir daí, observa, a organização tem as condições reais de começar a sua transformação.

No período da tarde, serão promovidas três palestras: Inteligência analítica, transformando dados em decisões, pelo professor da Febracorp Lilve University, Rafael Scucuglia, seguida da palestra do professor de especialização em Gestão por Processos de Negócios da Universidade de Santa Maria (RS), Maurício Bitencourt, que vai abordar o tema Transformação digital e melhoria de processos, casos e decisões. A última palestra do seminário estará a cargo do gerente de Tecnologia da Informação do Detran-GO, Gustavo Tomás, que vai falar sobre Entregando valor ao cidadão por meio da automatização de processos – ações integradas de processo e projeto.

Texto: Sônia Ferreira
Foto: Léo Iran

Voltar

Outras Notícias