Com o intuito de fomentar a troca de experiências e de contribuir com o aprofundamento de temáticas ligadas ao dia a dia da administração pública brasileira, o Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad), organizou, em parceria com o Banco Mundial, o Fórum “Gestão de Pessoas e Folha de Pagamento: em busca de soluções”.

Realizado em Brasília, o evento reuniu secretários e gestores de todo o país para aprofundar discussões acerca da Gestão de Pessoas dentro da máquina pública e, também, para provocar estratégias para a diminuição de custos das despesas de pessoal no desequilíbrio fiscal dos Estados.

“É de fundamental importância que temas como esses sejam abordados e, principalmente, aprofundados com os secretários titulares das secretarias de Administração do país. Esse fórum, que teve grande contribuição e mediação do Banco Mundial, colabora com o surgimento de estratégias para a área de Gestão de Pessoas e dá a possibilidade para que soluções criativas sejam criadas e adotadas dentro da administração pública brasileira”, ressalta o atual presidente e secretário de Estado do Planejamento e Gestão e Patrimônio de Alagoas, Fabrício Marques Santos.

No fórum, além das atividades propostas e das discussões realizadas, os participantes receberam informações importantes de um relatório do Banco Mundial que abordou, entre outras coisas, perspectivas sobre a questão de pessoal para o País.

“A ideia, no geral, foi possibilitar que os gestores pudessem ter contato com dinâmicas, ferramentas, sistemas e estratégias importantes acerca de planejamento estratégico para que, nos próximos anos, as políticas de gestão de Recursos Humanos sejam mais realistas e com foco na diminuição dos gastos”, completa Fabrício.

Consad

Com sede em Brasilia, o Consad é formado pelos secretários de Administração/Gestão de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal, mantendo encontros periódicos e espaços permanentes de troca de experiências inovadoras e busca de soluções criativas para o aperfeiçoamento da gestão Pública no Brasil.

Criado em 2000, a entidade busca atuar como órgão permanente de coordenação e articulação dos interesses das secretarias e dos órgãos correlatos, bem como participar da formulação e implementação das políticas nacionais de administração pública, entre outros.

Voltar

Outras Notícias