GT Saúde do Servidor

Motivo de doença afasta 40% da força de trabalho
Relatório do Grupo de Trabalho Saúde do Servidor, do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad), aponta índices de absenteísmo-doença, proporção de adoecimentos dos servidores estatuários do Distrito Federal, do Espírito Santo, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, no biênio 2011/2012.

O estudo, coordenado pela Subsecretária de Saúde, Segurança e Previdência dos Servidores do DF, Luciane Kozicz, apresenta que, alguns estados, contabilizam um afastamento acima de 40% da força de trabalho por motivo de doença. É o caso do DF, com 48%, e do Rio Grande do Sul, com 42%. “Saúde impacta diretamente nos cofres públicos. No DF, isso representa um aumento de 20% no valor bruto do dia trabalhado de cada servidor estatutário”, disse Luciane.

Geralmente, o absenteísmo está ligado a transtornos mentais e comportamentais, doenças do sistema osteomuscular e do tecido e males do aparelho respiratório. A pesquisa ainda será incrementada com dados do Acre, de Alagoas, do Ceará e do Pará.

———————————————————————–

O GT Saúde do Servidor é um dos grupos, inserido no Eixo II – Gestão de Pessoas que tem por objetivo discutir e disseminar programas alusivos às políticas de atenção à saúde do servidor.

Para realizar uma amostra nacional nas 05 regiões brasileiras, a fim de traçar diagnósticos e garantir intervenções de promoção e prevenção da saúde do trabalhador foram instituídas as câmaras técnicas regionais. As coordenações nas regiões brasileiras são:

Região Sul – Rio Grande do Sul e Santa Catarina
Região Sudeste – Espírito Santo
Região Norte – Pará
Região Nordeste – Alagoas
Região Centro-oeste – Brasília

A amostra das regiões brasileiras será entregue oficialmente no próximo Fórum Consad, previsto para Julho/2014.

Para ingressar no grupo, envie seu email para gtcamarastecnicas@googlegroups.com

Maiores informações: luciane.araujo@seap.df.gov.br – (61) 99911470